A monumental fraude Corona

Note: if you wish to translate this post, please use deepl.com, the best free translation tool around

Já estou para publicar este trabalho há muito, tenho-o evitado só que já não consigo mais, lamento por ser uma mensagem longa. A inação é cumplicidade, e não posso continuar a assistir à demolição das estruturas democráticas, de saúde, pessoais, sociais, políticas e industriais em nome de uma plandemia, de uma desculpa para nos trazer uma distópica Nova Ordem Mundial. E não, não são teorias da conspiração, é o próprio fundador do Fórum Económico Mundial que o afirma, não sou eu…
Para perceber melhor o que se passa em Davos e nos corredores do poder mundial, recomendo este video.

Este video é essencial para perceber a gravidade desta experiência, pois é um cientista criador de inúmeras vacinas que vem colocar a sua carreira e reputação em risco e avisar para o risco tremendo que toda a Humanidade corre com estas vacinas, não é um post de um ativista e ainda menos anti-vacinas. Contudo, também há quem afirme com razão que pode ser um cavalo de Tróia, pois ainda assim este senhor advoca a intensificação da vacinação: https://www.bitchute.com/video/Gu0adWCEG9jO/

Para quem tem dúvidas da seriedade do assunto e de que isto já está planeado desde há muito, tem absolutamente de ver isto: https://ec.europa.eu/health/sites/health/files/vaccination/docs/2019-2022_roadmap_en.pdf

Sei e sinto que hoje em dia as pessoas estão imunes à razão, ao bom senso, à ciência e à medicina, devido à gigantesca psy-op (operação psicológica) de medo e isolamento social (o famoso distanciamento social) de que temos sido alvo. Tente por favor ler e manter-se equânime, este email tem muita informação e fontes independentes, que não foram contaminadas pelos fact-checkers do trabalho precário (que também operam em Portugal), essa nova praga do Século XXI.

A censura não é só de big tech, mas também é igualmente terrível da parte de big media, do que agora já apelido de os meios de intoxicação social. Aqui em baixo no email reencaminhado têm exemplos gritantes desta que me parece ser a maior ameaça à democracia: a inexistência de contraditório, a censura nos meios tradicionais/sociais e os fact-checkers. Já os nazis e outros estados totalitários estudaram como é que expondo humanos e populações durante vários meses a propaganda aterrorizadora os fazia aceitar voluntariamente qualquer ignomínia que nunca aceitariam em seu juízo próprio e são. Ainda recentemente fui a uma estação de serviço e reparei que nem aí tem café. Qual a justificação, o café agora também transmite o vírus através de uma máquina automática, tal como todas e quaisquer bebidas nos restaurantes (até uma simples água) em take-away? Quando comentei isso com um amigo mais desperto do que a média, a sua resposta foi: “é claro, precisam de dificultar a vida tanto às pessoas que elas não apenas aceitem mas implorem pela vacina, para que possam voltar ao “normal””. Só que o normal já não volta, como nos avisam quotidianamente.

Tendo estudado e trabalhado em comunicação e em jornalismo, fico siderado em como entrámos nesta era do dualismo, do mainstream vs teorias da conspiração (sim, como se os passaportes de vacinas ainda fossem apenas uma teoria da conspiração, né). Como é que se alguém questiona que uma vacina nova, feita em tempo recorde, em menos de um ano (a vacina mais rápida feita anteriormente tinha sido em 4 anos e para a papeira, licenciada em 1967, mas normalmente estas demoram 10 a 15 anos), que uma manipulação genética em larga escala com tecnologias nunca antes testadas e ainda menos utilizadas maciçamente em seres humanos (modificação de ARN e nanotecnologia), com isenção de indemnização e responsabilidade pelas grandes farmacêuticas em caso mais do que provável e já comprovado de efeitos secundários, e à revelia dos mais elementares princípios da precaução, da bioética ou do mais elementar bom senso, com impactos que podem demorar anos a serem verificados, como é que esse alguém pode ser logo catalogado de teórico da conspiração ou anti-vacinas? A lista de efeitos secundários adversos do CDC Norte-Americano e do governo Britânico já são muito extensas, já tem mais de 1.000 páginas e quando se sabe que muito poucos casos são reportados (há quem tenha investigado que apenas 1% deles são reportados), os resultados são: um potencial e bem real genocidio devido a um dispositivo médico que mudará a genética Humana para sempre. Em Israel, o país mais vacinado do mundo, um reputado médico já fala de um novo holocausto, de imensas mortes e efeitos secundários (primários?) graves não reportados.

Tenho muito cuidado de verificar vários lados da mesma história e dar constantemente oportunidade ao contraditório, como fui ensinado por professores que claramente não cumprem esse requisito mínimos (fico chocado, profundamente triste e francamente zangado com a performance horrorosa e vergonhosa do José Alberto Carvalho, pivô da TVI que faz tudo aquilo que não deveria e nada do que estudei, tal como o Observador do José Manuel Fernandes, um instrumento da PIDE do século XXI em Portugal, uma vergonha total, apesar de uma vez em quando ainda dizer algumas verdades, embora muito poucas e demasiado ocasionalmente). Por isso, e apesar de desde sempre ter sido um crítico acérrimo das teorias da conspiração, os meus olhos não podem deixar de se esbugalhar quando olho para esta linha temporal de Outubro do ano passado e verifico a sua correlação para com a situação no final de Fevereiro 2021.Para quem tem dúvidas e queira investigar seriamente, aqui tem um documento do Banco Mundial, de Abril do ano passado, em que já refere que esta gigantesca operação só é suposto acabar em… Março de 2025!!! Como sabem, estará tudo já planeado? Cuidado agora com o crash dos mercados bolsistas em Março e Abril…

O que me preocupa sobremaneira é o facto desta vacina (e aqui têm uma excelente visão dos problemas atuais dela) nem poder ser considerada como tal, mas sim como manipulação genética, uma experiência não consentida e inconstitucional, ilegal segundo o Código de Nuremberga e a Declaração de Hensínquia, entre outrasnormas e convenções de Bioética, para além de violentar vários artigos da Constituição da República Portuguesa. Parece que que não aprendemos o suficiente com o Holocausto da 2ª Grande Guerra Mundial… 😦

Vivemos numa era terrível, em que a ciência, a medicina e a academia foram e estão comprometidas por conflitos de interesses, por interesses económico/financeiros de grande magnitude. Quando temos milhares e milhares de médicos, cientistas e profissionais de saúde de renome mundial e carreira impecável a colocar a sua reputação em risco e a serem censurados, os meus alarmes disparam alto e bom som. Desde o início tenho tido discussões com muitas pessoas, das mais variadas origens, e perdi algumas “amizades”, com pessoas que estão claramente transtornadas e vivem no medo, no status quo que nos está a ser impingido, no novo normal. Até discuti e deixei de falar com o caro amigo Ricardo Mexia, Presidente da ANSMSP agora tornado estrela da TV covideira. O que achei ainda mais incrível foi o facto de ele ainda me referir na última mensagem que trocámos que tinha tido esperança que voltássemos a ser amigos como antigamente, quando isto tudo passasse e se voltasse ao normal. Só que isso não vai acontecer, o normal acabou. E isso torna-se evidente quando o que para mim é o maior suspeito desta situação terrível foi ainda a semana passada entrevistado na TV Portuguesa e alvo das mais elevadas comendas e elogios, a situação vai ter de piorar imenso até poder voltar a melhorar.

Toda esta epidemia, que depois se transformou numa pandemia (no dia a seguir a mais um financiamento de 50 milhões de USD do Bill Gates, ou William Gates III, o senhor da saúde mundial, maior financiador da OMS e das principais empresas de fabrico de vacinas, que afirmou clara e publicamente que investir em vacinas foi o melhor investimento que fez na vida, para quem ainda tem ilusões e acha que este homem é um benfeitor) tem sido baseada em testes PCR falhos, completamente desadequados para contexto epidemiológico, que nunca antes tinham sido utilizados maciçamente nesse mesmo contexto, e que têm uma margem de erro tremenda:
https://cormandrostenreview.com/

Esta revisão que foi feita por vários peritos de classe mundial teve uma adenda que veio responder a várias críticas e estabelecer bem para lá de dúvida razoável que estes testes são mesmo inadequados para contexto epidemiológico: https://drive.google.com/file/d/10gC0muYwWEatZREUZjN8C85-Hznc9Y5b/view

Já o criador dos testes PCR, o carismático e inabitual Kary Mullis, tinha afirmado por diversas vezes que os testes PCR não eram adequados para contexto epidemiológico e que eram muito suscetíveis de fraude, porque aumentando o número de ciclos para lá de um certo threshold (limite), podemos detectar qualquer coisa, visto que somos literalmente pó de estrelas, temos na nossa composição átomos de estrelas longínquas. Por isso, até o próprio “perito dos peritos”, o sinistro Anthony Fauci, assumiu publicamente que, acima de 35 ciclos, os testes PCR são basicamente desprovidos de significado, pois detectam partículas virais inativas, sem capacidade de replicação ou de infeção, que têm “hipóteses minúsculas” de ter “competências de replicação” e que “quase nunca se pode obter uma cultura de virus”, que são apenas “nucleóticos mortos” (e isto apesar de o que afirma ser incorreto, pois um virus é um elemento abiótico, não “vive”, logo não pode “morrer”), ver sobretudo a partir do minuto 4′.

O mesmo Anthony Fauci também foi co-autor de um artigo científico que referiu que durante a gripe “Espanhola” do século passado morreram mais pessoas de infecção pulmonar bacteriana devido ao uso de máscaras do que do virus da gripe. O mais escandaloso é que foi este próprio “perito” que autorizou o investimento de 7,4 milhões de USD em pesquisa em coronavirus no laboratório P4 de Wuhan depois de ter sido impedido de fazer a pesquisa GOF (Gain Of Function, dar funcionalidades de outros vírus a virus existentes) nos EUA, devido a abaixo-assinados e a queixas de cientistas e médicos, nomeada mas não exclusivamente o Cambridge Working Group. A origem do virus é um assunto controverso e alvo da maior censura, mas quando um prémio Nobel da medicina vem dizer que esta é uma quimera, um virus feito em laboratório, as minhas orelhas ficam bem alerta, e as evidências confirmam-no inteiramente.

Ora, em Portugal ao que vários médicos conseguiram apurar, o número de ciclos utilizado nos testes PCR é de entre 37 a 42. O que é que isto vos quer dizer? Esclareço: OS TESTES UTILIZADOS EM PORTUGAL SÃO INVÁLIDOS!!! Mesmo depois do lapidar e histórico acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, que foi citado como um bom exemplo por todo o mundo, continuamos ainda com uma ditadura sanitária completamente inaceitável num suposto Estado de direito e à revelia dos nossos direitos, liberdades e garantias. Isto é um atentado maior, e visa apenas forçar as pessoas a aceitar um dispositivo médico transgénico, que tem uma elevadíssima probabilidade de causar um genocídio maior, incomparavelmente maior do que este ou qualquer outro coronavirus poderia alguma vez causar.

Ora, em Portugal, e muito apesar do histórico, mui nobre e corajoso acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa, continuamos numa ditadura sanitária, com obrigação de utilização de máscaras de eficácia mais do que duvidosa, com confinamentos draconianos quando está mais do que provado por dezenas de estudos que não somente não funcionam como são contraproducentes, e continuamos com uma casodemia de testes (falsos). Há ainda diversas outras iniciativas contra a utilização dos testes PCR:
https://web.archive.org/web/20210101093626/
https://www.pcrclaims.co.uk/
https://www.covidtruths.co.uk/2020/11/update-on-dr-reiner-fuellmich-class-action-lawsuits-against-coronavirus-fraud/

Até já há quem afirme que esta gigantesca manobra de testar e vacinar toda a população mundial é para melhor poderem controlar a população e recolher amostras de ADN.

E isto também já está nos mainstream media há muito, como podem ver por aqui, e apesar das conclusões (fazer ainda mais testes) serem profundamente erradas. Até o Estado da Flórida exigiu a publicação pelos laboratórios do número de ciclos testes e a FDA Norte-Americana admitiu que a percentagem de falsos positivos era muito elevada.


Será que sou só eu que vejo um conflito de interesses tremendo em a OMS ter como maior financiador um informático que nem sequer é médico, que quer vacinar toda a Humanidade, que vem anunciando pandemias há anos e tem o maior monopólio da saúde a nível mundial, tendo já sido expulso de vários países Africanos e da Índia, precisamente por problemas graves relacionados com campanhas de vacinação desta Fundação? Aqui está um trabalho de jornalismo de investigação que publiquei no meu blogue já em Junho do ano passado, visto que em Portugal e no mundo inteiro muito poucos atualmente fazem um trabalho de investigação jornalística sério e ainda menos o publicam: https://betrindade.wordpress.com/2020/06/25/bill-gates-philanthropist-or-supercriminal/

No entanto, esse mesmo William Gates III, que não era o mero computer geek virado homem mais rico do mundo e senhor medicina (mas sim oriundo de uma família rica e poderosa, com a eugenia no sangue), ainda a semana passada apareceu em entrevistas na TV em Portugal. Será preciso mais alguma evidência de que o jornalismo e os meios de comunicação social estão completamente corrompidos, na sua insana e desbragada luta por audiências? A verdade é a primeira vítima nisto tudo.

O que a esmagadora maioria dizia serem teorias da conspiração estão-se todas, uma por uma, a confirmar, desde a vacina ser obrigatória para viajar, para ter acesso a tudo o que é público, como as zonas de confinamento e campos de concentração da DGS, é só teorias da conspiração a confirmar-se, dia após dia… Só que nem com as vacinas as restrições vão acabar, tudo isto para um vírus com uma letalidade pouco superior à gripe. Ainda há pouco era teoria, agora já é uma triste realidade, que companhias aéreas e Estados estejam a obrigar a ter uma vacina para poder entrar no avião ou país. Se a vacina é assim tão boa (o que só pode acreditar quem abandonou o pensamento crítico em 2019), porque é que já a tornam obrigatória e dezenas de milhar de profissionais de saúde na Holanda recusam tomá-la e recusam ser cobaias? O próprio CEO da Pfizer é que declarou que a população Israelita está a ser exactamente isso. cobaias do laboratório mundial da Pfizer, visto que só estão a aplicar este dispositivo médico experimental.

Olhem só também isto:
Os estudos clínicos para verificar a segurança, tolerância, nível de imunidade e eficácia das vacinas da Pfizer e Moderna em seres humanos estão a decorrer e as suas datas previstas de conclusão são respectivamente:
January 31, 2023
…e…
October 27, 2022

E os malucos e negacionistas ainda são quem questiona esta insanidade…? Right… 🧐

Fontes: – Pfizer…https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04368728?term=NCT04368728&draw=2&rank=1– Moderna…https://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT04470427?term=NCT04470427&draw=2&rank=1

Neste momento já há diversos processos-crime internacionais em curso, e alguns dos maiores advogados internacionais estão envolvidos neles. O Reiner Fuellmich, célebre pelas suas estrondosas vitórias nos famosos e gigantescos processos da corrupção Wolkswagen, Kuhne & Nagel e Deusche Bank, fala de num processo ao nível dos processos de Nuremberga do Século XXI e do maior crime da história da Humanidade, o escândalo da fraude Corona.
Aqui está um video muito interessante com uma entrevista do Reiner a uma denunciante da ONU, OMS e da GAVI, sobre as manobras do Bill Gates, que vai ser incluído no gigantesco processo.

Aqui estão algumas questões que os jornalistas poderiam e deveriam colocar a um painel alargado de peritos e especialistas nas mais variadas áreas (psicologia comunitária, saúde pública, psiquiatria, imunologia, epidemiologia, medicina tradicional chinesa, medicina natural, prevenção e segurança, sociologia, história, direito, enfermagem, etc, etc) e não apenas aos mesmos suspeitos do costume, os verdugos que cumprem a agenda:
* Porque é que os testes são questionados por tantos cientistas e os media ainda continuam a falar em número de infectados, a instilar o medo nas pessoas?
* Porque é que tantos médicos e cientistas mundiais, reputados e inclusive vários prémios Nobel se manifestam contra o status quo e discurso oficial, e até fazem alianças nacionais, também em Portugal, e depois mundiais contra esta clara agenda nefária?
* Porque é que curas eficazes, baratas, fáceis e simples como a Ivermectina, sim, a Ivermectina, o Peróxido de Hidrogénio, a Budesonide, a Hidroxicloroquina, Azitromicina e Zinco são censuradas, a eficácia profilática da Vitamina DC e do Zinco ignoradas, e deixamos os idosos ao abandono, sem estratégias profiláticas? A eficácia da Hidroxicloroquina em casos precoces está mais do que provada e comprovada, como se constata pelos baixos casos em África e nos países onde a HCQ é de venda livre e uso habitual!
* Porque é que o filme Songbird começou a ser filmado ainda antes do Covid19 ter sido “descoberto” e já fala de Covid23?
* Porque é que a gripe sazonal desapareceu? Porque é que se a gripe desapareceu é porque as medidas draconianas e os confinamentos criminosos funcionam e se os casos de Covid19 disparam e continuam elevados é porque os cidadãos não cumprem as medidas e são irresponsáveis? Quem é acéfalo o suficiente para aceitar isto e submisso o suficiente para deixar que nos tratem de atrasados mentais?
* Porque é que ainda falam de distanciamento social, quanto a haver distanciamento este seria físico e NUNCA social? Quem beneficia com o distanciamento social?
* Porque é que o governo reúne com o Infarmed, com a indústria que mais tem a ganhar com a plandemia e não com o Conselho Nacional de Saúde?
* Porque é que não falam da resolução 2361/2021 do Conselho da Europa, que postula que a vacina não pode ser obrigatória em nenhum dos 47 Estados Membros e que quem a recusar não pode ser alvo de discriminação?
* Porque é que as medidas são quase todas contraproducentes e distópicas e as pessoas não se queixam, limitando-se a obedecer sem chamar às responsabilidades quem tem destruído a vida de milhões de pessoas? Proibir as pessoas de sair, de conviver, concentrar muitas pessoas num curto espaço de tempo, confinar contra todas as evidências e fabricar evidências baseadas em testes inquinados?
* Porque é que continuamos a confinar, uma medida nunca antes tomada na história da Humanidade, e contra as evidências (basta comparar a Suécia com Portugal para ver o absurdo das medidas cá do burgo).
* Porque é que os órgãos de intoxicação social continuam a martelar dia após dia o número total de óbitos COM Covid19 e não DE Covid19, e porque não se focam nas profilaxias, nas curas simples, fáceis, baratas e eficazes que existem? O Lancetgate, o maior escândalo na medicina e ciência contemporâneas que levou à retractação de um artigo fraudulento publicado no mais antigo jornal médico, o The Lancet, ainda agora está a começar a ser compreendido pela comunidade médica e científica.

* Porque é quase todas as medidas são contraproducentes? Porque é que se concentram as pessoas num horário reduzido e em espaços reduzidos, porque estão a destruir os pequenos e médios comércios, porque não se pode pedir bebidas em locais de take-away, porque não se pode ir à praia e a espaços verdes, à natureza recarregar em Vitamina D, uma das principais e provadas profilaxias? Porque se tem de ter “afastamento social” nas filas e depois nos aviões, autocarros, metros e comboios já pode estar tudo junto? Quando será que o absurdo, o ridículo, os crimes contra a Humanidade param? As queixas no Tribunal Penal Internacional de Haia já estão a chegar, aqui vai uma de Israel.
* Porque é que estas medidas são completamente desproporcionais e são aceites pela população, quando se sabe por dezenas de estudos que confinamentos não funcionam e são contraproducentes, que os factos não apoiam esta ser uma pandemia e os níveis de mortalidade estarem na média dos últimos anos?
* Porque é que estas estatísticas não são apresentadas e, ao invés, se continua a martelar o medo, o pânico, a divisão, a cometer os mesmos erros desde o início da plandemia?
* Porque é que os milhares de casos de óbitos logo a seguir à toma da vacina não são investigados e são imediatamente refutados como sendo ligados à vacina quando somente nos EUA temos 2.624 mortes atribuídas directamente à v@ssass1na?
* Porque é que os meios de intoxicação social não falam de países que não confinaram, ou quando falam é para criticar a Suécia pela sua política, sem mostrar a evolução e que 80% dos óbitos ocorreram nos primeiros dois meses da plandemia e em lares? E os outros países que não confinaram, porque não são abordados, e assistimos a uma verdadeira barragem de notícias falsas? Sabe que em Portugal agora já faleceram mais pessoas COM Covid19 do que na Suécia? Compare só Portugal, Espanha e Itália, com confinamentos draconianos com Suécia, Japão e Bielorússia, sem confinamentos ou bastante leves.


Basta de corrupção, basta de manipulação, basta de mentiras! Os confinamentos têm feito muito mais mal do que o vírus, e visam claramente destruir os pequenos e médios negócios, para além de deixar a população em desespero, dócil e a implorar pela v@ssass!na (tipografia útil para evitar a censura dos meios de intoxicação social digitais) para supostamente poder voltar a ter uma vida normal. Só que já nos avisaram incontáveis vezes: a dose transgénica letal não obvia à obrigatoriedade do uso de máscara, ao “distanciamento social”, nem sequer evita apanharmos Sars-Cov-2, apesar de termos de passar a tomar todos os anos, O próprio Fauci já veio dizer que mesmo com vacina podemos dizer adeus à vida que tínhamos, a jantar fora, ao teatro, a encontros de grupo… 

Algo muito importante também é de ver o papel das agências de comunicação e publicidade nesta gigantesca operação de manipulação de massas e fabricação de consentimento.

Talvez também não seja alheio ao comportamento execrável dos média este apoio excepcional do Governo Português…


O que suspeito é que este virus foi apenas criado para justificar a v@ssass1na, e não o inverso, e as evidências começam a ser esmagadoras. O que apenas há uns meses era uma teoria da conspiração ridícula, está a materializar-se bem à frente de nós todos…Vivemos numa era tão louca, tão insanamente incrível, que até o CDC dos EUA publicou um guia para lidar com uma pandemia de zombies, atualizada em 28/09/2011.

Porque a consciência é a melhor defesa contra a distopia:
Leis e tratados internacionais que NOS PROTEGEM contra a vacinação obrigatória:
Tratado de Helsínquia
Consentimento informado no CCyCN e na Lei 26.529 sobre Direitos do Paciente.
Declaração Universal da UNESCO, sobre Bioética
ver acima
Pacto de San José, Costa Rica
Carta Internacional dos Direitos Humanos
Código de Nuremberga
Declaração de Genebra

Estas são as três Leis Fundamentais que nos protegem (em relação com direitos, liberdades e garantias postos em causa com a ditadura sanitária) e que podemos e devemos invocar face a investidas policiais ou a intentonas autoritárias:
1. Declaração Universal dos Direitos Humanos
art.º12 – Liberdade de manter a privacidade
art.º13 – Liberdade de circulação
art.º18 – Liberdade de consciência e de manifestação
art.º19 – Liberdade de expressão (está em causa indirectamente via propaganda e charlatanice de «fact checking»
art.º20 – Liberdade de reunião
art.º29 – Direito a que estes direitos não sejam abusados

* 2. Constituição da República Portuguesa
art.º34 Inviolabilidade do domicílio e correspondência (e telecomunicações) (é importante face à tentativa impôr o uso de apps ou certificados digitais)
https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/337/202012152136/127993/diploma/indice
art.º35 – Utilização da informática
https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/337/202012152136/127994/diploma/indice
art.º44 – Direito de deslocação e de emigração
https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/337/202012152136/128003/diploma/indice
art.º45 – Direito de reunião e manifestação
https://dre.pt/web/guest/legislacao-consolidada/-/lc/337/202012152136/128004/diploma/indice

* 3. Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia (Tratado de Lisboa)
Título II: Liberdades (todo o capítulo interessa; 7: protecção da privacidade; 8: protecção dos dados pessoais; 10: liberdade de consciência e pensamento)

Diário da República Eletrónico
 (https://dre.pt/declaracao-universal-dos-direitos-humanos)Declaração Universal dos Direitos Humanos – DRE
Leia na intrega a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Disponível online

Para quem quiser recusar a vacina: COMO RECUSAR LEGALMENTE UMA VACINA?
Não recuse diretamente tomar a vacina. caso contrário, você poderá ser considerado beligerante. Em vez disso, você pode recusar educadamente o serviço, fazendo o seguinte:
Pergunte ao médico se “a vacina contem MRC-5?” (todas elas têm) Estas são células fetais abortadas e outro ADN humano e animal. Se a vacina contiver MRC-5, você tem o DIREITO de recusá-la.
Também pode perguntar “existe a possibilidade de uma REAÇÃO IATROGÊNICA? (compostos iatrogênicos ou drogas que interagem entre si, ttodas elas têm). Quando o médico diz “sim, contêm”, esse é o seu bilhete para sair sem tomar a vacina!!!AGRADEÇA AO MÉDICO PELA OFERTA E VÁ-SE EMBORA.

ATENÇÃO !!!
Se a sua empresa exige que você tome a vacina:
Você tem que argumentar:
1) Que lhe coloquem por escrito e assinem com nome completo o motivo pelo qual nos dizem que devemos usá-lo. E, se houver consequências, como ameaças de perder o emprego, isso já é uma ofensa criminal, coerção e ameaças, segundo o Código Penal.
2) Exija ver o Seguro de Responsabilidade Civil de quem obriga ou da empresa que obriga.
Devemos assinar uma Apólice de Seguro que nos garanta uma indenização milionária se algo acontecer conosco. Eles, certamente recuarão.
Vamos exigir uma política onde fica bem claro que eles são RESPONSÁVEIS por qualquer coisa que nos possa acontecer.
É preciso lembrar que pedimos, porque as empresas farmacêuticas já disseram que não são responsáveis, porque sabem que iriam à falência se fossem!!!
3) Que nos dêem o nome da vacina e a sua composição. Se elas tiverem tecido humano, sempre podemos invocar a OBJEÇÃO DE CONSCIÊNCIA.
4) Invocar que não podemos tomar vacinas por razões religiosas
5) Não pode tomar a vacina pois é vegano e a vacina contém células fetais de animais (humanos e não humanos) abortados

Este documento pode também ser útil para quem desejar informar-se melhor, recusar este dispositivo médico, defender a sua saúde e passar ao contra-ataque.

Talvez por isso o virus ainda não tenha sido devidamente isolado e purificado, segundo os postulados de Koch e River, e o senhor Fauci continue a falar de “new isolates”, referindo-se às “novas variantes” que têm sido identificadas. Aqui está a queixa que fiz à DGS em Novembro do ano passado, e sobre a qual não recebi resposta alguma, um crime público em curso cujos autores deverão ser apurados e responsabilizados.

“MENSAGEM REFERENTE ÀS CONTRA-ORDENAÇÕES dos Juristas pela Verdade:
Tendo em consideração o número muito significativo de pedidos de ajuda referente ao exercício do direito de defesa no âmbito do processo de contra-ordenação que temos vindo a receber, e uma vez que pretendemos dar resposta a todos, pedimos a colaboração dos interessados no sentido de tentarem redigir um projecto de defesa, utilizando para o efeito o caderno de minutas, enviando-o de seguida para nós, de forma a que possamos aperfeiçoar.
Caderno de minutas
https://drive.google.com/file/d/1s5cx7jUXTXTEMThCKUXoZKX_0TN7lTRp/view?fbclid=IwAR0Bg5BYT7wN2Rz2CUC8cXa1CT5Tatdy4fuffITa4fpaC0rhpFdsxDIL4wA
info@juristaspelaverdadeportugal.com”

Como não há mais direito ao contraditório e como quase ninguém nos meios de intoxicação social Portugueses e na maior parte do mundo está a fazer um trabalho jornalístico de investigação isento, profundo e com direito ao contraditório, vou começar a fazê-lo de maneira mais sistematizada, por fases, pois esta tarefa e o logro são gigantescos, terá de ser por assuntos (testes PCR; intoxicação social, censura e fact-checkers; v@ssass1na; confinamentos, máscaras inúteis/danosas e protocolos médicos; curas e profilaxia suprimidas, Great Reset e Nova Ordem Mundial). Se quiser cooperar e/ou tiver informação oficial, médica e científica válidada e importante, agradeço a partilha.
Há já quem considere que, para além de obviamente inflaccionar artificialmente os dados e criar uma casodemia ao invés de uma pandemia, os testes PCR são também uma maneira de criar códigos de barras do genoma de todos os indivíduos humanos e como maneira de inserir nanopartículas tóxicas e medicamentos e vacinas diretamente no cérebro, onde a barreira hematoencefálica é mais ténue.

Também, a ligação entre poluição eletromagnética, imunosupressão e atividade viral é clara e deverá ser mais intensamente investigada, pois poderá haver uma relação poderosa aqui.

Abraço e a um 2021 bem mais livre, sem vacinas nem manipulação e engenharia da comunicação social, informe-se e questione, enquanto ainda pode. Se você não tiver tempo ou disposição para verificar estes dados e informação, lamento profundamente por si e pela sua saúde, pois esta já é a maior fraude na história da Humanidade e ação decisiva é necessária para evitar a distopia programada, bem pior do que temos até agora. O normal não volta, daqui só vai ser melhor ou bem pior, e cabe a cada um e todos nós defender o direito a uma vida saudável e ao consentimento informado em tudo o que se relaciona com a nossa saúde. Não ceda a chantagens emocionais nem a argumentos de pseudo-autoridade, você e dono/a e senhor/a do seu corpo, e mais ninguém o é. Refuse a escravidão a que tão obviamente nos querem submeter. Abraço e a um 2021 bem mais livre, sem vacinas nem manipulação e engenharia da comunicação social, informe-se e questione, enquanto ainda pode. Se você não tiver tempo ou disposição para verificar estes dados e informação, lamento profundamente por si e pela sua saúde, pois esta já é a maior fraude na história da Humanidade e ação decisiva é necessária para evitar a distopia programada, bem pior do que a que temos até agora. O normal não volta, daqui só vai ser melhor ou bem pior, e cabe a cada um e todos nós defender o direito a uma vida saudável e ao consentimento informado em tudo o que se relaciona com a nossa saúde. Não ceda a chantagens nem a falsos argumentos de autoridade, você é don@ do seu corpo!

11 thoughts on “A monumental fraude Corona

  1. Muito Obrigado Manu e todos os que comentaram. A luta é de todos. O problema é que a informação não passa, e muitos, que lutam isoladamente, passando por maluquinhos como é o meu caso, não têm conhecimento do que vai acontecendo neste País. Não desistir nunca. Vamos em frente com destemor. enfrentando as forças do inferno. Obrigado a todos Um abraço Manu e muito obrigado. Uma palavra amiga para o Dr. Gabriel Branco. O senhor tem sido bastante atacado por aí. Veja isso como uma grande honra e nunca como uma derrota. Esta gente que não olha a meios para atingir os fins, tudo querem levar à sua frente, mas lutemos para que o tiro lhes saia pela culatra. Grato a todos os que colocaram o seu comentário. e ao conteúdo dos mesmos. Força Manu, coloque o que for aparecendo. Vamos nessa. Vale mesmo a pena. É a vida de milhares e milhares, de milhões… Tarefa gigantesca, mas muito valiosa. Unidos contra a fraude, vamos adiante!

    Like

  2. Desde meados de Março 2020 que todos estes “acontecimentos” não fazem qualquer sentido. Sou médica, fiz Anatomia e Fisiologia(como todos) e não é preciso muito mais para compreender a insanidade da situação actual. Um coronavírus é um habitante do nosso planeta desde sempre e necessário para evolução celular. A sua expressão patológica como agora se vê é rara e tem habitualmente uma conotação “artificial” ou situações de muito baixa sanidade(guerras).A introdução de um fragmento de outro vírus na cadeia do corona vírus conjuntamente com a introdução de material genético numa hipotética V@ssssss, pressupõem uma orquestação genocídica.
    Agradeço a sua clara e necessariamente extensa exposição. É absolutamente necessária perante a dose de ignorância explorada até à loucura que presenciamos.H

    Like

    1. Cara doutora, agradeço o seu retorno. Isto efectivamente tem contornos maquiavélicos, talvez por isso tantos ainda estejam em negação. Vou actualizar o artigo com mais informações que vou recebendo, o caso parece ser ainda mais grave do que assumi de início. Gratidão, temos de agir e recusar, porque senão as consequências serão terríveis

      Like

  3. Excelente trabalho de interesse e serviço público. Parabéns pelo conteúdo de qualidade e pela coragem de expor esta fraudemia e permitir à população adormecida (ou acéfala) ter informação isenta e compilada.
    Abençoado Manu

    Liked by 1 person

  4. Fantástico!!!
    E por isso é que nos movemos e não toleramos mais. O povo português vai marchar nas cidades portuguesas! Lisboa, Porto e Faro! Este sábado 6.3.2021 às 15h. Contamos com todos os portugueses acordados! ❤️🇵🇹💪https://t.me/sabadosrua

    Like

  5. Caro Manu, eu o respeito na medida, que eu cuidadosamente sabia, que eu tinha que colar isso no Google Translate e traduzir isso. E feliz por ter feito isso.

    Que este dia te abençoe.

    Prazer em conhecê-lo,

    Atenciosamente, David Korn, Trabalhador Heurístico.

    Liked by 1 person

    1. Hi dear David,
      Thanks, yet please do unGoogle yourself, as deepl.com is also far superior 😀
      Best wishes,
      Manu

      Like

What is your opinion?

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s